Todo dia um filme de terror: semana 7






Fazia um tempo que eu queria assistir vários filmes de adaptações do Stephen King, já que eu vi menos do que gostaria. Porém, graças a uma semana bizarramente bagunçada (mea culpa) e acabei revendo vários deles. Mas tudo bem, nada me impede de fazer uma semana II Stephen King.
Nessa semana eu preferi focar nas adaptações dos anos 1980. Além de ser uma década com uma quantidade enorme de filmes de terror incríveis, com pôsteres sensacionais, ainda tem adaptações de filmes que eu gosto bastante.

A lista:

25 de fevereiro: The Dead Zone (1983)
Direção: David Cronenberg

Um homem sofre um acidente e começa a ter visões. Com essas visões, ele consegue salvar a vida das pessoas e ajudar no trabalho da polícia. O problema é a dificuldade em ignorar essas previsões.
Queria que o Christopher Walken fizesse outros filmes de terror. Ele está incrível nesse, e é um ótimo filme.




26 de fevereiro: Christine (1983)
Direção: John Carpenter

Um rapaz que sofre bullying na escola acaba comprando um carro. Um carro assassino.
Bom, é um filme sobre um jovem que tem problemas com garotas e com todo o resto, e que consegue poder através de um carro que comete assassinatos. E o carro tem nome de uma mulher. Isso pode ter um monte de interpretações, mas não vou me ater a isso agora.
Sobre o filme, eu gosto de como o Carpenter trabalha. Gosto do trabalho de direção dele, que tem filmes incríveis na carreira.




27 de fevereiro: Pet Sematary (1989)
Direção: Mary Lambert

Uma família se muda para uma casa nova. No quintal, entretanto, tem um cemitério indígena, onde tudo que é enterrado nele retorna à vida.
Primeiro que temos uma mulher na direção desse filme, e isso é incrível. É um dos filmes mais lembrados quando falamos sobre adaptações do Stephen King, e ter uma mulher nesse filme é ótimo. O filme já trata de uma coisa que vemos bastante: homens que tentam fazer pessoas queridas voltarem à vida. Mesmo que seja um tema que a gente já tenha visto tanto, não deixa de ser um bom filme.




28 de fevereiro: The Shining (1980)
Direção: Stanley Kubrick

Um homem resolve ir, com sua família, tomar conta de um hotel durante o inverno. Porém, um inverno com isolamento não é uma das melhores receitas para se manter uma família feliz.
Da lista de filmes que eu já vi, mas quis rever. Um dos grandes clássicos das adaptações do King, mas não é um dos meus preferidos. É um filme ótimo, tem ótimas cenas e se tornou um ícone quando pensamos em terror, mas não tá na minha lista de favoritos.




01 de março: Cat’s Eye (1985)
Direção: Lewis Teague

Uma antologia com três histórias que são interligadas por um gatinho.
São três segmentos ótimos, e eu amo os três. O fato do gato interligar as histórias ainda dá um ar muito mais bacana nelas como um todo, principalmente na terceira. A primeira história é bastante cruel, sobre um homem que tenta parar de fumar, a segunda sobre um casal que tenta fugir, mas o homem é pego e acaba passando por uma situação terrível (que se você tem vertigem nem deveria assistir essa), e a terceira história nós temos a presença da incrível Drew Barrymore ainda criancinha, e é uma história de terror/fantasia muito bacana, no melhor estilo Stephen King. Um dos meus preferidos.




02 de março: Stand By Me (1986)
Direção: Rob Reiner

Quatro amigos descobrem onde o corpo de um garoto desaparecido está, e decidem ir até lá para verem.
É um filme que eu gosto demais, nem tenho tanto pra dizer. Não é lá tanto terror, mas é um suspense maravilhoso sobre amizade e o amadurecimento de quatro garotos. Além disso, ainda tem Corey Feldman e Kiefer Sutherland no elenco, e são dois atores dos anos 1980 que eu gosto demais.




03 de março: Firestarter (1984)
Direção: Mark L. Lester

Depois de um experimento, um casal gera uma garotinha com poderes especiais.
Outro filme com a Drew Barrymore pequenininha, e mais uma adaptação que eu gostei bastante de ter visto. A aflição dos poderes e do pai da Charlie, ao mesmo tempo com todas as suas tentativas desesperadas de salvar a vida da filha, é um filme que tem muita tensão.




Mais uma semana de projeto que eu não to cabendo em mim de alegria!
Pra semana 8 resolvi assistir filmes de mulheres diretoras, depois de uma enquetezinha no instagram. Então aguardem o texto da próxima semana e aguardem novidades pra essa revista que eu gosto tanto.


Imagens do site IMDB.

Jéssica Reinaldo

Formada em História, escreve e pesquisa sobre terror. Tem um afeto especial por filmes dos anos 1980, vampiros do século XIX e ler tomando um café quentinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários educados são sempre bem recebidos!

Mas não aceito nem tolero ofensas, comentários impossíveis de compreender, spams e qualquer tipo de intolerância.

Os comentários são moderados, por isso aguarde a aprovação!

Instagram